NAVE galeria

Artigo 1º

Aqui se declara que a obra artística “This Sign is an Act of Love” é original e autêntica.

Artigo 2º

Esta obra não pode ser vendida nem comprada. A transição da propriedade apenas pode acontecer por força de uma doação plena, sem contrapartidas pecuniárias ou outras.

Artigo 3º

A propriedade desta obra apenas por ser detida por uma pessoa ou por uma entidade por um período máximo de 1 ano.

Artigo 4º

O proprietário compromete-se a entregar a obra a outra pessoa à sua escolha dentro do prazo respetivo, contudo, a nova pessoa a quem a obra é entregue não a pode ter recebido previamente.

Artigo 5º

Quem oferece esta obra, e quem a recebe, compromete-se a notificar o autor, João Motta Guedes, aquando da sua transição, e compromete-se igualmente a enviar uma versão deste documento datado e assinado por ambas as partes.

Artigo 6º
Para além desta edição que entra em circulação, existem duas provas de artista.


Artigo 7º
Qualquer dano causado à obra pode resultar na sua reparação ou pagamento de uma nova obra.

 

Artigo 8º
Este documento tem força jurídica e o seu incumprimento pode implicar o devido processo judicial.

 

Biografía

João Motta Guedes, explora conceitos de liberdade, vulnerabilidade e violência, as suas produções artísticas refletem sobre a significação de sentir e ser-se humano. 

 

Os seus projetos, partem da experiência pessoal e académica que o levaram a concluir em 2018 a Licenciatura em Direito, e em 2020, o Mestrado na Universidade NOVA de Lisboa. Em 2019 decide orientar a sua investigação académica para o cruzamento da disciplina artística, encontrando-se a finalizar o Mestrado de Pintura da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa.

 

A sua linguagem artística em várias formas e média plásticos, tem uma natureza de caracter experimentalista. Através de uma linguagem poética, procura o questionamento da criação artística enquanto acto de liberdade que responde à problemática da violência, tanto na relação com a sociedade, como com cada individuo, deixando um abrangente registo de imagens que contêm simultaneamente significados simbólicos e metafóricos, à espera de serem interpretados por cada espectador.

 

Desde 2018, é investigador da Fundação para a Ciência e Tecnologia no projecto “COSMOS – COSMOPOLITISMO: justiça, democracia e cidadania sem fronteiras”.

 

Exposições Colectivas

>>> 2022 "(0/1) o zero e o um", MUHNAC, (Lisboa, PT)

2022, “Pára, Depára-te”, Fábrica do Braço de Prata, Lisboa (PT)

2022, “GABA”, Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2021, “BABEL”, Palacete Burnay Biblioteca de Alcântara, Lisboa (PT)

2021, “O Símbolo de uma Pandemia”, Cisterna da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2020, “Como bebe uma flor”, Jardim das Amoreiras, Lisboa (PT)

2020, “Alunos da FBAUL”, Travessa da Ermida, Lisboa (PT)

2020, “Tendas”, Escola Manuel da Maia, Lisboa (PT)

2020, “Pop Up”, Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2019, “Coexistência e Negociação”, Museu Condes de Castro Guimarães, Cascais (PT)

 

Prémios

2020 PRÉMIO DE PINTURA DOS ALUNOS DA FBAUL, Travessa da Ermida, Lisboa (PT)

2020 1º PRÉMIO DE CURTA-METRAGEM SÉNIOR, Prémio Filo-Lisboa “ Quem sou eu neste novo mundo?”, Lisboa (PT)

 

Residências Artísticas

2021, “CHAPIM, Pousio”, Centro de Estudos de Novas Tendências Artísticas (CENTA), na Tapada da Tojeira, Vila Velha de Ródão (PT)

2020, “TENDAS, Base”, MArt Escola de Artes, Lisboa (PT)

 

Projectos

Desde 2018, é investigador da Fundação para a Ciência e Tecnologia (PT)

2020 – 2022 Membro da Associação “Pousio Arte e Cultura” (PT)

Colecções

Colecção da Universidade NOVA, Lisboa (PT)