top of page
BIO + CV

Biografía

João Motta Guedes, explora conceitos de liberdade, vulnerabilidade, amor, justiça e violência. As suas produções artísticas refletem sobre a vida enquanto metáfora de uma viagem onde diversos caminhos surgem, possibilitando a descoberta e a partilha de experiências sobre o significado de sentir e ser-se humano. 

 

A sua linguagem artística surge em média plásticos como a instalação, a escultura, a fotografia, o desenho, a palavra e a poesia, e tem uma natureza predominantemente projectual e experimentalista. 

Com base num discurso e narrativas poéticas procura o questionamento do caminho a percorrer através de expressões oníricas que elevam o observador a um olhar utópico sobre a sociedade e a vida, resultando num abrangente registo de imagens com significados simbólicos e metafóricos que potenciam a poesia enquanto resposta às questões formuladas.

 

Os seus projetos, partem da experiência pessoal e académica que o levaram a concluir em 2018 a Licenciatura em Direito, e em 2020, o Mestrado na Universidade NOVA de Lisboa. Em 2019 decide orientar a sua investigação académica para o cruzamento da disciplina artística, finalizando o Mestrado de Pintura da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, em 2023.

 

Desde 2018, é investigador da Fundação para a Ciência e Tecnologia no projecto “COSMOS – COSMOPOLITISMO: justiça, democracia e cidadania sem fronteiras”.

Exposições individuais

Exposições Individuais

2024 “No feeling is final", Galeria da Boavista, Lisboa (PT)
2023 "How To Live", Galeria NAVE (Lisboa, PT)

2023 "You Came To Start The Revolution", ZDB (Lisboa, PT)

Exposições Colectivas

Exposições Colectivas

>>> 10 Maio 2024 "BE MY GUEST" curadoria NAVE, Galeria NAVE, Lisboa (PT)

>>> 15 Junho 2024 "A DREAM BROUGHT ME HERE" GlogauAir, Berlim (DE)

2024 “ May you live in highly confusing times”, curadoria de Francisca Portugal eVictoria Alvarez, Arbag, Lisboa (PT)

2023 "Prémio Arte Jovem 2023", P31 Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (PT)

2023 "Gémeos falsos", APPLENTOS SQUARE (Lisboa, PT)

2023 "O encantado só anda no horário da maré", curadoria de Tiago Alexandre, Lisboa (PT)

2023 "Olhos nos olhos", Galeria Graça Brandão, Lisboa (PT)2023  

2023 "O jardim dos caminhos que se bifurcam", Buraco (Lisboa, PT)

2023 "WANDERLUST", Artes Mota Galiza (Porto, PT)

2022 "(0/1) o zero e o um", MUHNAC Museu Nacional de História Natural e da Ciência, (Lisboa, PT)

2022 “Pára, Depára-te”, Fábrica do Braço de Prata, Lisboa (PT)

2022 “GABA”, Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2021 “BABEL”, Palacete Burnay Biblioteca de Alcântara, Lisboa (PT)

2021 “O Símbolo de uma Pandemia”, Cisterna da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2020 “Como bebe uma flor”, Jardim das Amoreiras, Lisboa (PT)

2020 “Alunos da FBAUL”, Travessa da Ermida, Lisboa (PT)

2020 “Tendas”, Escola Manuel da Maia, Lisboa (PT)

2020 “Pop Up”, Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (PT)

2019 “Coexistência e Negociação”, Museu Condes de Castro Guimarães, Cascais (PT)

Prémios

Prémios

2023 PRÉMIO ARTE JOVEM FUNDAÇÃO MILLENIUM BCP, Lisboa (PT)

2020 PRÉMIO DE PINTURA DOS ALUNOS DA FBAUL, Travessa da Ermida, Lisboa (PT)

2020 1º PRÉMIO DE CURTA-METRAGEM SÉNIOR, Prémio Filo-Lisboa “ Quem sou eu neste novo mundo?”, Lisboa (PT)

Residências

Residências Artísticas

 

2024 GLOGAU AIR, Berlim (DE)

2021 “CHAPIM, Pousio”, Centro de Estudos de Novas Tendências Artísticas (CENTA), Vila Velha de Ródão (PT)

2020 “TENDAS, Base”, MArt Escola de Artes, Lisboa (PT)

Projectos

Projectos

Desde 2018, é investigador da Fundação para a Ciência e Tecnologia (PT)

2020 – 2022 Membro da Associação “Pousio Arte e Cultura” (PT)

Colecções

Collection Famille Servais, Bruxelas (BE)

Coleção de Arte Contemporânea de Joaquim Ferro, Lisboa (PT)

Colecção da Universidade NOVA, Lisboa (PT)

Colecções
Obras
bottom of page